Edição 02
Set/Out
2023

Os santos juninos

Santo Antônio, São João, São Pedro e São Paulo, também celebrados no mês de junho, são os patronos das tradicionais Festas Juninas, espalhadas Brasil a fora. As festas juninas são eventos tradicionais do calendário brasileiro e denotam um bom retrato da diversidade cultural do país

A origem das comemorações juninas remete às antigas festas populares europeias, principalmente em Portugal, e quando os portugueses desembarcaram aqui durante o processo de colonização eles trouxeram as celebrações 

Santo Antônio nasceu em Lisboa, em data incerta, entre os anos de 1190 e 1195. Seu nome de batismo não era Antônio, mas Fernando. Ele pertencia a uma família portuguesa bem rica, chamada Bulhão ou Bulhões, no entanto, abdicou da riqueza por volta de 1210, ingressando na ordem dos franciscanos.

Ele seguiu para o atual Marrocos onde desenvolveu o trabalho missionário, mas sua saúde não se adaptou ao clima africano. Adoeceu e regressou à Europa, fixando-se na Itália. Por lá é conhecido como Santo Antônio de Pádua.

Santo Antônio ficou conhecido como o santo casamenteiro, por conta do amparo que dava a moças humildes para conseguirem um dote e um enxoval para o casamento.

Além da fama de casamenteiro, bem popular no Brasil, ele também é considerado o padroeiro dos amputados, dos animais, dos estéreis, dos barqueiros, dos idosos, das grávidas, dos pescadores, dos agricultores, dos viajantes e marinheiros; dos cavalos e burros; dos pobres e dos oprimidos; é invocado para achar coisas perdidas, para conceber filhos e para evitar naufrágios.

São João Batista é o santo festeiro que teria dado a origem às festas juninas. Isso porque o dia 24 de junho era celebrado em comemoração ao solstício de Verão (dia mais longo) no hemisfério norte, celebrando também a renovação da natureza. A data foi assimilada pelo cristianismo e passou a representar o Dia de São João, que é uma das festas mais antigas do Cristianismo (há registros de celebrações que datam de 506 d.C.).

De acordo com o catolicismo, o santo era parente de Jesus Cristo e teria não apenas previsto a chegada do Messias, mas também identificado Jesus como o enviado de Deus. São João quem batizou Jesus no Rio Jordão. Vale destacar que sua vida está registrada no Novo Testamento.

São Pedro foi um dos 12 apóstolos de Cristo. Originalmente Simão, Jesus o rebatizou para Kephas (pedra em Aramaico), por sua firmeza. Na biografia, ele liderou os discípulos de Jesus após sua morte e fundou a Igreja Católica, sendo considerado o primeiro Papa. 

Na sua lista de missões, São Pedro é o guardião das portas do céu e responsável por fazer chover na Terra. Além disso, São Pedro protege pescadores e viúvas. Também dá nome ao mais importante edifício religioso do catolicismo, a Basílica de São Pedro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

O combate ao trabalho indigno ganhou um plano estratégico na Bahia
Ela já é uma cantora e compositora experiente, com trabalhos de qualidade, coloca o seu timbre, doce e singular, cada vez com mais maestria. Ela é danadinha.
Abaixo o Analfabetismo! Lá vinha o Major Cosme de Farias. Aplaudido por toda a sua gente, que o amava e lhe chamava de “pai da pobreza”, pela defesa incansável dos fracos e excluídos