Edição 02
Set/Out
2023

Turismo Náutico

Um mergulho nos mistérios do fundo do mar

A maior baía do país, a Baía de Todos-os-Santos abriga rica vida marinha, com animais, como tartarugas-marinhas e botos-cinza, enquanto sua flora integra recifes de corais e grande diversidade de manguezais. Nacionalmente reconhecida como sede top para a prática de mergulho, a baía oferece, também, o maior número de navios naufragados do país, que hoje se constituem em banco de corais.

São milhares de espécies de peixes, corais, moluscos, dentre outros seres misteriosos que habitam o fundo do oceano. A região concentra mais de dez pontos ideais para a prática do mergulho que, a cada ano, vê crescer o número de adeptos, em especial os turistas. Uma aventura no fundo do mar.

A diversidade marinha e a beleza natural encantam e emocionam / Foto: Bahia Scuba

Situados entre a Ilha de Itaparica e Salvador, bem no meio da BTS, os Corais de Fora, também conhecidos como “Parede”, são ideais para mergulhadores experientes em estágio avançado. A uma milha da capital, estão entre 25 e 45 metros de profundidade e sua visibilidade varia entre 15 e 20 metros, durante a maré de enchente.

Com apenas 8km de extensão, a Ilha dos Frades tem a forma de uma estrela de 15 pontas, onde em cada uma delas há uma praia propícia ao mergulho. Com uma profundidade máxima de 11 metros e visibilidade de até 15 metros na horizontal, a ilha possui formações de corais e recifes, tal qual a sua vizinha, Ilha de Maré. No quebra-mar norte, bem em frente ao cais do porto desta última, há um ponto com grande quantidade de vida marinha, especialmente à noite.

Outro grande diferencial da BTS para a prática do mergulho é o vasto número de embarcações naufragadas entre os séculos XVII e XX e a temperatura da água, que mesmo à noite não fica abaixo de 20ºC. Em Salvador, na região do Porto da Barra, dois destroços de navios são considerados hoje como dois dos bancos de corais mais bonitos do mundo. São os navios Bretagne/Germânia e Maraldi, ambos afundados na região da Barra, que reúne importantes pontos turísticos como o Farol, o Forte de Santa Maria e a Praia do Porto, considerada pelo jornal britânico The Guardian como uma das três praias urbanas mais belas do planeta.

No outro extremo da cidade, o Banco da Panela, que fica próximo ao Porto de Salvador, é também ponto de grande fluxo de mergulhadores. O local, que tem uma profundidade de aproximadamente 15 metros, é considerado área de preservação da Marinha e nada pode ser retirado de lá.

Os mergulhos noturnos, por sua vez, também podem ser feitos na Baía de Todos-os-Santos, em especial o Blackadder, que está a cerca de 100 metros da Praia de Boa Viagem, e o Cap Frio, embarcação afundada próximo ao Farol da Barra. Em ambos os locais, podem ser encontrados cardumes e também lagostas e outros crustáceos.

Foto: Bahia Scuba

Os novos ninhos da vida marítima

Em novembro de 2020, o governo baiano realizou uma grande operação para impulsionar este segmento do turismo subaquático. Depois de 45 anos fazendo a travessia Salvador-Itaparica, o ferry-boat Agenor Gordilho foi submetido a um afundamento assistido nas proximidades do Yacht Club da Bahia. Junto com ele, submergiu, a 28 metros de profundidade, o rebocador Vega.

Uma vez submersos, os barcos passam a fazer parte de um conjunto de embarcações históricas que estão sob as águas litorâneas da Bahia e que atraem mergulhadores de todo o mundo para explorar seus compartimentos. No fundo do mar, as estruturas permitem a formação de corais e transformam-se rapidamente em habitats repletos de vida marinha.

Antes de ser submetido a uma operação de afundamento assistido, o barco passa por um rígido controle para atender a especificidades ambientais e de segurança. Óleos e combustíveis são removidos, assim como peças que possam oferecer riscos aos mergulhadores.

Aventura radical: só é possível mergulhar com a ajuda de profissionais e equipamentos / Foto: Tatiana Azevedo

Novas operações de afundamento assistido estão sendo programadas para incrementar o turismo de mergulho na Baía de Todos-os-Santos. As próximas embarcações a serem submergidas para virar atrativo para os mergulhadores são o ferry-boat Juracy Magalhães e o casco do navio-varredor Anhatomirim, cedido pela Marinha do Brasil ao governo do estado.

Os atrativos do turismo de mergulho se juntam às demais ações na Baía de Todos-os-Santos que têm como objetivo fomentar a economia, com geração de emprego e renda para as comunidades do entorno.

Os custos de mergulho variam de acordo com a experiência do mergulhador. Para uma pessoa credenciada e que possui equipamentos de segurança, o passeio fica R$ 490,00; já o batismo custa R$ 350,00 para um mergulho na praia em águas rasas; R$ 350,00 para o mergulho a partir do barco em águas com maior profundidade e direito a uma imersão; e R$ 350,00 com direito a duas imersões, já incluído o aluguel do equipamento. Com mais R$ 100,00 o turista leva um CD com as fotos do passeio subaquático. 

Serviço  

NAVIOS NAUFRAGADOS NA BTS

https://www.brasilmergulho.
com/categoria/destinos/brasil/
nordeste/ba-nordeste/

EMPRESAS DE PASSEIO E MERGULHO

SharkDive Centro de Mergulho
www.sharkdive.com.br
(71) 99274-7781

Mundial Scuba
www.mundialscuba.com.br
(71) 99686-6009

One Response

  1. Realmente muito importante esse olhar para o mergulho como atividade turistica, sobretudo em Kirimure /BTS, a maior baía do Brasil e um ‘mar’ de surpresas insuspeitadas. Parabens à Revista da Bahia por essa matéria e torço para que venha a se constituir na pedra fundamental para um futuro MUSEU DO MERGULHO, que contaria a história do mergulho autônomo e em apneia na Bahia e na baía.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

A jornalista Cynara Menezes comenta o novo livro do soteropolitano Itamar Vieira Junior, o mais festejado e mais lido romancista da atualidade.
Este é o meu texto resumo.
Poeta de cordel, contador e cantador das alegrias e tristezas, dos sonhos e da dura realidade da vida baiana. Antônio Ribeiro da Conceição, tem um pé no sertão e outro no Recôncavo