Edição 03
Mar/Abr
2024

Ilhéus. Os encantos da terra dos personagens de Jorge amado

Bar Vesúvio, inaugurado em 1919. No romance de Jorge, seu proprietário, o árabe Nacib, apaixona-se por Gabriela/ Foto: Prefeitura de Ilhéus

Na trilha da notícia

Daniel Thame

No início de 2024, Ilhéus e o sul da Bahia ganham novo impulso na divulgação do cacau, chocolate e das belezas regionais, com a gravação do remake de “Renascer” (Rede Globo), tendo Ilhéus e fazendas de cacau como cenários. A novela mostra também belas imagens da cidade, para onde a figura mítica de Jorge Amado e seus romances já atraem milhares de turistas ao Vesúvio, ao Bataclan e aos antigos casarões dos coronéis.

QUARTEIRÃO JORGE AMADO, permite um mergulho nas obras do escritor. Num passeio a pé, é possível visitar a Casa de Cultura, onde Jorge passou parte da adolescência, o Teatro Municipal de Ilhéus, a Catedral de São Sebastião, o célebre Bar Vesúvio de Nacib e Gabriela e o Bataclan, onde os coronéis divertiam-se com moçoilas dadivosas vindas do Rio, Paris e Europa, sob o comando de Maria Machadão.

Foto: Daniel Thame

PONTE ILHÉUS PONTAL, construída pelo Governo do Estado com investimentos de R$ 100 milhões, a Ponte Jorge Amado (Ilhéus-Pontal) já é cartão-postal da cidade. Primeira ponte estaiada da Bahia, atrai turistas e moradores. São 533 metros de extensão, 25 metros de largura.

PRAIAS A PERDER DE VISTA são cerca de 100 km de litoral. No sul, estão as mais badaladas como Milionários, Olivença, Águas de Olivença/Canabrava e Lençóis, já divisa com Una. No litoral norte, praias mais rústicas e de areias finas, como São Miguel, Ponta do Ramo, Marisol/Joia do Atlântico e Barramares. Imperdível é contemplar o mar e a natureza do Mirante de Serra Grande, já em Uruçuca, na divisa com Ilhéus.

ONDE FICAR  Muitos hotéis e pousadas, oito mil leitos disponíveis. Entre as pousadas, Praia Bela, Praia do Sol, Lua e Mar e a Pousada Morro dos Navegantes, no litoral sul, encravada numa área de mata nativa.

ONDE COMER  Destaque para a rica culinária regional, entre os restaurantes clássicos Vesúvio e Bataclan, a Barrakitica, a tradicional Feijoada do Miguel, ao lado da Catedral e o rústico Restaurante do Bobô, na praia de São Miguel, cuja moqueca atrai grapiúnas e turistas.

COMO CHEGAR   O acesso rodoviário pode ser feito pela BA-001, Rodovia Jorge Amado (Ilhéus-Itabuna) e Rodovia BR-101, via Santa Luzia. Há voos diários saindo de São Paulo e Salvador, linhas regulares de ônibus para São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e intermunicipais para cidades sulbaianas.

Daniel Thame, jornalista e escritor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

A família percorre a trajetória sonora de um dos maiores compositores da música popular brasileira. Salve Gil!
Nos adornos e no jeito de vestir, na comida, na religiosidade, nas artes, na linguagem, no andar, na alegria e no riso largo de sua gente. Aqui, tem a mão do negro em tudo