Edição 03
Mar/Abr
2024

Dorival Caymmi

Dorival Caymmi o Buda Nagô da Bahia/Foto: Arq. Jornal da Bahia

Caymmi canta São Salvador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Abaixo o Analfabetismo! Lá vinha o Major Cosme de Farias. Aplaudido por toda a sua gente, que o amava e lhe chamava de “pai da pobreza”, pela defesa incansável dos fracos e excluídos
A mistura, aqui, foi geral. Primeiro, havia os tupinambás, que tinham tomado as terras dos índios que, antes deles, habitavam a região. Expulsaram os tupinaés para o sertão e ficaram aqui, na orla da atual Baía de Todos-os-Santos, entre o que é hoje Salvador, a velha Itaparica, águas e terras do Paraguaçu.
Fruto sagrado para os astecas, o cacau, e seu principal produto, o chocolate, encontrou no sul da Bahia o solo fértil para gerar riquezas e histórias